a-nossa-paixaoUma paixão de séculos, que se iniciou com os Vikings no séc. X e tem saltado de geração em geração. Para Johnny Løseth, a vida no mar, na pesca de bacalhau e particularmente do Skrei, é uma paixão de longa data. Apaixonado pelas águas frias e cristalinas da Noruega, vê o Skrei como o expoente máximo da pesca na Noruega. Um peixe rodeado por uma aura de excelência, desde há muito associado à riqueza e ao sucesso, devido não só às dificuldades enfrentadas na sua captura, em águas inóspitas contra ventos gélidos, mas também devido à sua qualidade e à disponibilidade sazonal de curta duração.

Com fortes raízes na cultura norueguesa, que acontece graças ao regresso anual do bacalhau àquelas águas, considerado por muitos como o Milagre do Skrei.

O Skrei é capturado nos tradicionais locais de desova ao longo da costa da Noruega. Cerca de 40% do Skrei desova perto das Ilhas Lofoten e Vesterålen mas os locais de desova estendem-se desde a costa de Møre, no sul, até à costa de Finnmark, no norte da Noruega.